A verdadeira causa das mudanças climáticas

This post is also available in: enEnglish nlNederlands

Existem evidências científicas inegáveis, atualmente, de que as crostas de gelo terrestres estão derretendo, os níveis do oceano estão subindo e a poluição do ar está piorando a uma taxa sem precedentes? A escassez de água, a seca e as quebras das safras agrícolas estão se tornando frequentes devido aos padrões climáticos atuais? Para mim, parece que sim.

A crescente preocupação com o futuro do nosso planeta tem-se tornado em fator determinante para a decisão de alguns casais de ter filhos. A mudança climática foi citada como um fator determinante para 33% dos millennials [geração nascida entre os anos 80 e início dos anos 2000] ao considerar ter menos filhos, ou mesmo não os ter (BBC News).

Se os números da população global fossem atingir níveis insustentáveis, por que Deus ordenaria que a humanidade frutificasse e se multiplicasse (Gn 1.26-27)? Em atenção às gerações vindouras, deveríamos abandonar o mandamento de Deus e parar de ter filhos?

Como amantes de Jesus e da palavra de Deus, deveríamos realmente parar de ter filhos e nos tornar ativistas contra as mudanças climáticas? Não e não. Em vez disso, aqui estão algumas coisas que devemos deixar claras ao abordar o tema das mudanças climáticas:

A Verdadeira Causa

Vamos começar com o problema principal. Ao contrário da crença popular, o maior contribuinte para as mudanças climáticas não são as emissões de carbono, mas o PECADO da humanidade! Isaías 24.5-6 diz: “A terra está contaminada por causa dos seus moradores, porquanto transgridem as leis, violam os estatutos e quebram a aliança eterna. Por isso, a maldição consome a terra…”. Romanos 8.20-22 nos diz que a criação foi sujeita à futilidade, ao cativeiro de corrupção e está gemendo com as dores de parto sob o peso do nosso pecado (veja também Ml 4.5-6; Ap 9.21; At 3.21).

O sangue de milhões de bebês abortados clama. Orgulho, egoísmo e ganância enchem a terra. Pecado sexual desenfreado, rebelião, assassinato, adultério e outras atrocidades são as verdadeiras causas da mudança climática. O pecado do homem afeta diretamente a terra de maneira negativa (Dt 28).

Solução Final

Mesmo que leis globais radicais fossem aprovadas amanhã, tornando ilegal a queima de combustíveis fósseis ou causar qualquer outro tipo de dano ambiental, elas não forneceriam a solução para as mudanças climáticas que todos têm procurado. O arrependimento para Deus que resulta em mudanças de coração e dos caminhos do homem é a solução final.

Então você pode perguntar: “Cody, você está dizendo que se todos se arrependerem e abandonarem seus pecados amanhã, os efeitos da mudança climática serão erradicados?” Em teoria, sim, mas de acordo com as Escrituras isso não acontecerá. Pelo contrário, algumas coisas vão piorar. Aqui estão alguns exemplos que apontam para uma piora acelerada de mudanças climáticas:

Piorar Antes de Melhorar

“O quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe dado queimar os homens com fogo. Com efeito, os homens se queimaram com o intenso calor, e blasfemaram o nome de Deus, que tem autoridade sobre estes flagelos, e nem se arrependeram…” Ap 16.8-9

Em Apocalipse 8, as três primeiras trombetas do juízo impactam um terço das árvores, da grama, do mar e da água do mundo.

Estaria eu dizendo que, à luz desses juízos vindouros, não precisamos fazer um esforço conjunto para cuidar da terra, limpar tudo o que poluímos, reciclar quando possível e estar conscientes da marca excessiva de carbono que estamos deixando no mundo? Como amantes de Deus e de sua criação, devemos ser aqueles que dão o exemplo de como se deve cuidar da terra. Apocalipse 11.18 nos diz que Deus irá “… destruir aqueles que destroem a terra“. Ele se importa com a maneira como cuidamos daquilo que ele confiou a nós para administrar.

Concluindo, não tenha medo do futuro. Você deve continuar a ser frutífero e multiplicar-se conforme a direção e capacitação que Deus lhe deu. Deus está no controle. O criador do céu e da terra está por trás da assim chamada “fúria da mãe natureza”. Ele sabe exatamente o grau de severidade que cada tempestade deve ter. Tudo o que ele faz é feito em amor.

Não precisamos evitar o tópico da mudança climática, mas devemos ter certeza de que entendemos a verdadeira causa. Não seja enganado pela ideia de que podemos alterar o curso da mudança climática por nossa própria força humana sem que haja arrependimento pelo pecado.“Ó Senhor, ajuda-nos a viver e pregar o Evangelho, com arrependimento como o primeiro passo!!” (At 2.38).

Print Friendly, PDF & Email
By | 2019-03-16T18:58:11+00:00 March 6th, 2019|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.