Governo Israelense Dissolvido

This post is also available in: enEnglish nlNederlands

Há menos de dois meses, Netanyahu parecia ter vencido as eleições israelenses com uma boa demonstração da força, tanto do partido Likud quanto da ala direita em geral. Depois, na complexidade das manobras políticas israelenses e por causa da recusa bizarra de Avigdor Liberman em se unir à coalizão em potencial, o tempo se esgotou e Netanyahu não conseguiu formar o governo.

O procedimento normal naquele momento teria sido que o Presidente Rivlin oferecesse para o segundo colocado, Benny Gantz do Blue and White (Azul e Branco, nome de um partido político israelense), a oportunidade de formar um governo alternativo. Como Netanyahu não queria que isso ocorresse, ele propôs a dissolução do atual Knesset [parlamento israelense] e o agendamento de novas eleições para o outono. Essa moção foi aprovada e o dia 16 de setembro foi definido como a nova data.

O país inteiro está em choque, frustrado ou em depressão, diante do que parece ser um sistema político incrivelmente disfuncional. Mesmo nós, como messiânicos, ficamos um pouco confusos ao tentar entender a vontade de Deus nesta situação. Gostaria de pedir que você se junte a nós para orar com urgência nos próximos meses.

Quais seriam os propósitos morais, espirituais ou políticos por trás da atual paralisia e rearranjo do governo? Bem, além de basicamente humilhar todos nós por causa de um fracasso tão vergonhoso, aqui estão algumas questões como temas de oração:

  1. Governabilidade para Netanyahu Temos uma palavra em hebraico “meshilut” משילות que significa capacidade para o governo funcionar. Por causa dos mais de 12 partidos políticos em conflito no país, a governabilidade é quase impossível. Poderia esta nova eleição reunir as pessoas em torno de Netanyahu para uma coalizão ainda maior para permitir que ele administrasse o governo com mais eficiência?
  2. Indiciamento de Netanyahu A situação oposta poderia ser que, nestes poucos meses antes da próxima eleição, Netanyahu seria indiciado por corrupção, perder sua popularidade ou mesmo elegibilidade legal e, portanto, perder completamente o governo. Se isso acontecer, seria melhor que a mudança ocorresse antes da próxima eleição, ao invés de causar a interrupção de um governo já em funcionamento.
  3. Acordo do Século Sem a definição do próximo governo, existe a possibilidade de que o plano de paz de Trump seja adiado para depois da próxima eleição, ou que se torne inviável sem o apoio de Netanyahu. Mas o oposto poderia ocorrer: se o acordo implicasse em compromissos que Netanyahu não estaria disposto assumir, um governo diferente poderia ter mais potencial para aprová-lo. Será melhor com este acordo ou sem ele?
  4. Controle dos Haredi Os dois grandes partidos ultraortodoxos, o dos sefarditas e o dos asquenazes, detêm um poder desproporcionalmente alto no atual governo de Netanyahu. Existem prós e contras para esses grupos Haredi, mas eles certamente tendem a ser antimessiânicos, anticristãos, anti-IDF e simplesmente “anti” qualquer coisa. Seria possível que uma nova coalizão pudesse diminuir sua influência excessiva?
  5. Unidade Governamental Geralmente, a unidade é um princípio espiritual positivo. Poderia este impasse atual fazer com que os dois maiores partidos de Netanyahu e Gantz considerassem uma coalizão maior para unir o país? Um governo unificado pode ser o arranjo mais forte e saudável para Israel enfrentar os desafios que nos esperam nos próximos anos.
  6. Ayellet Shaked A ex-ministra da Justiça, popular e altamente conservadora, perdeu seu assento no Knesset quando seu novo partido, liderado por Naftali Bennett, não atingiu a porcentagem mínima. Há uma possibilidade nesta nova rodada de que ela se junte ao partido Likud de Netanyahu, o que poderia ser mais atraente para os eleitores de direita.
  7. Reforma Eleitoral Também é possível que o atual dilema faça com que haja uma reforma eleitoral para separar o executivo do poder legislativo, mudar as porcentagens mínimas para criar blocos maiores de votação ou alguma outra solução. A complexidade cultural da sociedade israelense torna isso quase impossível, mas a situação atual pode prover o impulso necessário.

A política israelense é tão volátil que a situação pode mudar a qualquer momento. Vamos tentar manter você atualizado. De qualquer forma, vamos aproveitar esta nova eleição como uma oportunidade para orar mais e acreditar que um governo melhor e mais justo se levantará.

Print Friendly, PDF & Email
By | 2019-06-16T19:15:50+00:00 June 5th, 2019|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.