Torne os seus relacionamentos mais importantes

This post is also available in: enEnglish ko한국어

A fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste”  (Jo 17.21)

Trabalhar com os outros muitas vezes é um desafio. “O ferro com o ferro se afia” (Pv 27.17), mas, ao mesmo tempo, isso faz com que saiam faíscas que podem causar feridas profundas. Recentemente, aprendi uma das lições mais difíceis, porém mais potencializadoras da minha caminhada com Deus. Numa sessão de treinamento, o dr. Jim Wilder do ministério “Life Model Works” (Trabalhos com o Modelo de Vida) disse para mim: “Uma das marcas mais significativas de maturidade é aprender a tornar nossos relacionamentos mais importantes do que os problemas”. Essa frase ecoou no meu espírito, ajudando a transformar-me, porque eu tinha muita tensão nos meus relacionamentos e estava desesperada para receber ajuda divina. Cada vez que eu começava a me atolar nessa área, eu ouvia o Senhor me dizer: “Minha filha, seus problemas são temporais; um dia, desaparecerão. Por outro lado, seus relacionamentos são eternos e durarão para sempre no meu reino. Portanto, torne os seus relacionamentos maiores que os seus problemas”.

Veja, meu padrão de autopreservação sempre me levou a simplesmente cortar a pessoa que estava me sufocando ou oprimindo, achando que assim resolveria o problema. Eu achava que a pessoa ERA o meu problema Foi preciso aprender a separar os meus relacionamentos dos meus problemas.

Lembro de um relacionamento de ministério que era especialmente difícil. Enquanto estava orando, o Senhor me disse: “Eu tenho uma herança naquele homem. É realmente muito importante para mim que eu receba glória da vida dele. Do jeito que ele está agora, não serei glorificado. Preciso de um intercessor e estou permitindo que você ‘entre na brecha’. Você aceita ser seu secreto campeão de defesa? Você pode orar para que tudo o que projetei para a vida dele se torne uma realidade?”Eu ainda estava brava e com coração duro. Então o Senhor me disse: “Você me ama?” Ele esperou um pouco para que eu pudesse dar uma resposta do coração. “Você concorda em orar para que eu receba a glória que me é devida?” Com um coração enternecido e lágrimas nos olhos, percebi a dureza do meu coração e respondi: “Sim, Senhor, orarei para que haja plenitude na vida do meu irmão”.

Não é exatamente isso o que Yeshua fez com cada um de nós? Estamos cheios de problemas e, vez após vez, não conseguimos concordar com ele. No entanto, ele considera seu relacionamento conosco mais importante do que os problemas. Esta é uma maneira de crescer em intimidade e maturidade. Peçamos a ele que nos dê graça para imitá-lo nisso.

Print Friendly, PDF & Email
By | 2017-12-02T21:00:14+00:00 November 23rd, 2017|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.