Discernindo o Corpo do Senhor

This post is also available in: enEnglish nlNederlands csČeština

“Porque quem come e bebe, come e bebe para sua própria condenação, se não discernir o corpo do Senhor. Por causa disto há entre vós muitos fracos e enfermos, e muitos que dormem”. (1 Co 11.29-30)

O que há de errado em Corinto? Que pecado fez com que a celebração da Ceia do Senhor, destinada a curar e a dar vida, resultasse em doença, e até mesmo em morte? Foi o pecado sexual tratado no capítulo 5? Ou algum outro pecado dessa magnitude?

“Portanto, meus irmãos, quando vos ajuntais para comer, esperai uns pelos outros…” (1 Co 11.33)

Na igreja primitiva em Corinto, cada reunião semanal começava com uma refeição na qual o pão e o vinho eram santificados para a lembrança de Yeshua e do seu nome. Depois de compartilhar esta refeição, os crentes continuavam na adoração, oração, ensino e prática de dons espirituais. Sabemos de capítulos anteriores que havia facções na congregação. Alguns alegavam lealdade a Paulo; outros preferiam o estilo de ensino de Apolo; outros ainda alegavam não ter mestre algum, a não ser o próprio Yeshua.

Alguns membros chegavam mais cedo do que os outros nas reuniões semanais; com diferentes amigos em sua “panelinha”, eles contavam suas bênçãos, invocavam o Nome do Senhor sobre seu pão e vinho, e jantavam. Mais tarde, outros chegavam, alguns trazendo comida, outros sem.

Ame seu Próximo

Paulo repreendeu severamente esses que chegavam mais cedo, e não só por uma simples indelicadeza: eles estavam deixando de “discernir o Corpo do Senhor”. Esta não foi uma falha em compreender corretamente a transformação mística de um pedaço de pão literalmente no Corpo de Cristo; pelo contexto, fica claro que ele está falando de uma falha em compreender o poder, a santidade e a autoridade que Deus pretende que esteja presente na reunião semanal dos santos.

Cada crente é uma pedra viva, e juntos estamos sendo edificados em um templo sagrado para o próprio Deus habitar (1Pe 2.5; 1Co 3.16-17). De acordo com as Escrituras, a expressão primária desse Corpo / Templo místico do Messias é simplesmente o que chamamos de congregação “local” – com suas reuniões onde quer que sejam, em uma casa, em um prédio público ou no meio de uma floresta. Há algo especial, muito sagrado, sobre esta reunião semanal de toda a congregação.

Preste Atenção!

Se desprezarmos essa santidade, quer seja por nossa insensibilidade à presença (ou ausência) dos outros, quer seja por concentrar nossa comunhão em uma “panelinha” sem nos relacionarmos adequadamente com o restante da congregação, então correremos o risco de não discernir o “Corpo do Senhor”. E por essa falha, especialmente quando celebramos a Comunhão (a Ceia), podemos desencadear graves consequências. Que cada pessoa, e cada comunidade, examinem a si mesmos conforme 1Co 11.28, para que possamos desfrutar da plenitude da presença do Senhor e de sua cura entre nós!!

Print Friendly, PDF & Email
By | 2019-09-01T18:37:42+00:00 August 26th, 2019|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.