Oração em Duas Palavras pelo Avivamento

This post is also available in: enEnglish frFrançais deDeutsch esEspañol ko한국어 nlNederlands ja日本語 plpolski ruРусский daDansk

Oração em Duas Palavras pelo Avivamento

Eu encontrei uma oração incrível em duas palavras que tem o potencial de trazer um avivamento nacional.

Quando uma nação está à beira de um grande avivamento, há um nível de sucesso nas congregações e ministérios. O número de pessoas está crescendo. Mais ofertas estão chegando. Os líderes espirituais estão se tornando conhecidos, influentes e, às vezes, até mesmo ricos e famosos.

Esse nível de bênção dá à Eclésia as ferramentas que podem causar uma transformação nacional. Esta é uma etapa necessária, como uma mulher que completou a sua gravidez. No entanto, o próprio sucesso em si contém os obstáculos que podem ao mesmo tempo impedir e até interromper o crescimento do reino de Deus.

As bênçãos de Deus trazem consigo a tentação inerente de se afastar de Deus para se concentrar nas bênçãos. As pessoas podem se tornar preguiçosas, carnais, focadas apenas em entretenimento, gananciosas, orgulhosas e rebeldes. Moisés se referiu a essa síndrome assim: “Yeshurun (Jesurum) engordou e deu coices”– וישמן ישורון ויבעט – Dt 32.15.

A tentação do mundanismo é perigosa para qualquer ser humano. No entanto, existem duas ameaças que são particularmente perigosas para os líderes espirituais: a INVEJA e a COMPETIÇÃO.

Filipenses 1.15 (NAA)

É verdade que alguns proclamam Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade.

Os líderes espirituais podem tentar superar um ao outro. Em vez de trabalharem juntos para trazer um avivamento a toda a nação, começam a agir para derrotar o outro. Em vez de buscar um novo território e novas pessoas para alcançar em favor do reino de Deus, tornam-se defensivos para proteger seus próprios recursos e realizações.

Inveja e competição levam os líderes a falar um do outro negativamente; criticando os outros para obterem uma imagem melhor em comparação. Em essência, eles involuntariamente começam a se amaldiçoar sob o disfarce de “discernimento espiritual” e para “advertir o rebanho”. Isso traz divisão e destruição para o povo de Deus.

Quando Paulo escreveu isso, estava na prisão. Todo o trabalho que ele havia realizado estava sendo apropriado por outros (alguns com boas intenções e outros não). Alguns estavam ficando famosos e falando mal dele. Ele estava sozinho e sofrendo. No entanto, ao invés de olhar para o problema, ele escolheu enxergar uma bênção nisto.

Fp 1.18

Todavia, que importa? Uma vez que Cristo, de qualquer modo, está sendo pregado, quer por pretexto, quer por verdade, também com isto me regozijo, sim, sempre me regozijarei.

Aí está, a oração de duas palavras que pode trazer um avivamento nacional: “E DAÍ”? “QUE IMPORTA?” Se todos os líderes ignorassem sentimentos de inveja e competição entre si, e apenas se alegrassem com o fato de o trabalho de outra pessoa crescer e afetar a muitos, todo o reino de Deus daria um salto para a frente.

Esta é uma purificação necessária de coração para todo líder espiritual. Paulo lidou com isso em relação a Apolo (1 Coríntios 3). Pedro teve que lidar com isso em relação a João (Yeshua desafiou Pedro a não se comparar a João, mesmo se Yeshua pedisse para Pedro ser crucificado e João fosse viver para sempre – João 21).

Eu já vi esse desafio em quase todos os países onde a obra de Deus cresce e é abençoada – EUA, Extremo Oriente, África, Brasil, Europa e certamente aqui em Israel. Parece intransponível, mas pela graça de Deus pode ser superado. Deixemos de lado toda inveja e competição. Oremos para que o trabalho dos outros grupos seja ainda mais bem-sucedido. Que nos enxerguemos como uma família de fé, mesmo sendo totalmente diferentes um do outro.

Parece que alguém está crescendo mais do que você? E daí? Contanto que mais pessoas sejam alcançadas pelo amor de Deus, isso é ótimo! Alguém está recebendo crédito por algo que você fez? Alguém está trabalhando movido por uma ambição egoísta? E daí? Deixemos de lado todas as comparações. Quando alguém é abençoado, todos somos abençoados. Somos uma família.

Vamos fazer esta grande oração de duas palavras em favor de vitória sobre competição e inveja. “E DAÍ?” E que comece o avivamento!

Print Friendly, PDF & Email
By | 2020-01-04T00:58:33+00:00 January 4th, 2020|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.