Um Resumo do Alinhamento Global

This post is also available in: enEnglish frFrançais deDeutsch esEspañol ko한국어 nlNederlands zh-hans简体中文 itItaliano ja日本語 ruРусский daDansk

Por Asher Intrater

Nossos ensinamentos sobre alinhamento criaram um grande interesse em Israel e em todo o mundo. Aqui estão algumas citações do livro Alinhamento (com a respectiva página) sobre relacionamentos entre judeus messiânicos e cristãos gentios, submissão mútua, parceria e sinergia.

  1. P. 9 Alinhamento Global diz respeito à relação certa entre cristãos verdadeiros ao redor do mundo e o remanescente messiânico de Israel a fim de que todos estejam preparados para a segunda vinda de Yeshua (Jesus). Alinhamento é submeter-se à ordem de Deus; trata-se do requisito fundamental para o reino de Deus ser estabelecido na terra.
  2. P. 17 Quando temos um coração quebrantado e uma consciência sensível, procuramos esse alinhamento de intimidade e submissão em todas as situações.
  3. P. 18 Alinhamento é uma ordem que permite que cada um tenha seu lugar apropriado a fim de que todos funcionem e deem fruto.
  4. P. 24 Arrependimento é o primeiro passo do alinhamento.
  5. P. 25 O senhorio de Yeshua é o fundamento do nosso alinhamento pessoal com os planos e propósitos de Deus.
  6. P. 27 Alinhamento espiritual é alinhamento moral. É a falta de discernimento moral que faz muitos de nós, “carismáticos”, parecer desequilibrados. O Espírito Santo é mais “moral” do que “místico”.
  7. P. 43 A restauração plena do reino só acontecerá quando Yeshua voltar.
  8. P. 44 Somos chamados para completar a comissão apostólica. O que eles começaram, nós devemos terminar. A geração deles deu início à Grande Comissão. Nossa geração irá completá-la (se Deus quiser!).
  9. P. 56 Na Segunda Vinda, os reinos deste mundo serão entregues a Yeshua e ao povo que aprendeu a andar em justiça.
  10. P. 64 Yeshua é o cabeça da igreja (Efésios 1.22) e o rei de Israel (João 12.13).
  11. P. 80 Alinhamento é uma forma mais leve de autoridade do que submissão direta, embora seja claro que inclui um coração submisso.A questão não é sobre controle organizacional, mas sobre a direção correta para servir ao Senhor neste fim dos tempos.
  12. P. 90 O alinhamento requer um relacionamento correto entre o remanescente de Israel e a Eclésia internacional. Existem círculos dentro de círculos. Cada pessoa tem o seu lugar. Todos são iguais. É necessário que haja alinhamento para que ninguém fique de fora. O alinhamento existe para que todos sejam incluídos.
  13. P. 91 O preconceito religioso busca excluir as pessoas por orgulho étnico; alinhamento baseado na aliança procura incluir a todos, preferindo uns aos outros em honra (Rm 12.10).
  14. P. 111 Olhamos para o concílio de Atos 15 como exemplo bíblico padrão de como os líderes seniores podem reunir-se e submeter-se uns aos outros. Não estamos afirmando que somos “o” concílio de Jerusalém. O que estamos dizendo é que líderes seniores devem encontrar-se ao menos uma vez por ano para desenvolver relacionamento, compromisso mútuo e prestação de contas.
  15. P. 112 O testemunho que temos no Tikkun Ministries de líderes andando juntos em aliança, cooperação mútua e prestação de contas há quase 40 anos nos dá uma base para confiança, segurança e estabilidade que tem sido uma bênção para muitos. Somos apenas uma das muitas correntes ministeriais hoje. Mas procuramos espelhar nossa liderança sênior no modelo do conselho de Atos 15. Autoridade e alinhamento corretos na Nova Aliança acontecem quando os líderes se reúnem periodicamente em um ambiente de submissão mútua.
  16. P. 149 Árabes cristãos e judeus messiânicos precisam abraçar um ao outro como parte da família abraâmica.
  17. P. 186 O princípio espiritual que nos guia nesse processo é submissão mútua e humildade. A humildade aqui é uma reversão do orgulho étnico. A humildade étnica de ambos judeus e gentios, Israel e a Igreja, conduz todos ao alinhamento global e à manifestação da glória de Deus. Essa humildade racial é diretamente oposta à ideia de “povo escolhido” no sentido de superioridade racial. O destino de judeus e cristãos é redefinido ao servirem uns aos outros.
  18. P. 189 Deus usa a parceria entre Israel e a Igreja na oliveira para produzir um mundo melhor onde não haverá superioridade racial ou orgulho étnico. Haverá humildade, respeito mútuo e dependência na graça de Deus.
  19. P. 189 Para receber essa graça de Deus, tanto judeus quanto gentios precisam chegar a um lugar de humildade.
  20. P. 190 A oliveira é uma figura que mostra uma dinâmica mútua de abençoar e servir.
  21. P. 191 Será que o remanescente messiânico escapará do autocentrismo e começará a servir à Eclésia? Será que a Eclésia cumprirá seu papel de unificação e liderança para servir ao remanescente messiânico? O remanescente messiânico deve ajudar a Eclésia internacional a chegar à plenitude. A Eclésia deve ajudar Israel chegar à plenitude. Essa é a dupla humildade necessária para chegarmos ao alinhamento correto.
  22. P. 227 O alinhamento do qual estamos falando, entre a Eclésia internacional e o remanescente messiânico, chegará à sua plenitude em parceria cooperativa e suporte mútuo.
  23. P. 242 Sinergia significa que o trabalho em equipe produzirá um resultado final melhor do que se cada pessoa do grupo estivesse trabalhando individualmente pelo mesmo objetivo.
  24. P. 243 Essa rotação e submissão mútua da liderança permite que diferentes qualidades e pontos de vista se evidenciem. Existe liderança, trabalho em equipe e submissão.
  25. P. 244 Estudamos sobre o mistério de Efésios 3.6, de que os gentios seriam “coerdeiros, membros do mesmo corpo e coparticipantes da promessa”. Isso é alinhamento.

Convidamos você assistir ao vídeo da Revive Israel desta semana:

Print Friendly, PDF & Email
By | 2020-01-13T13:51:40+00:00 January 8th, 2020|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.